A importância da gestão financeira para codomino

Hoje em dia sabemos que a maior parte da população tem dificuldade em lidar com dinheiro.

Agora, imagine ter que lidar com o dinheiro do seu vizinho?

Parece absurdo?

Mas é isso que faz ao lidar com as finanças de um condomínio.

Uma gestão de condomínio eficiente é fundamental para garantir uma convivência boa aos moradores.

É indiscutível que o síndico para ter sucesso leve em consideração duas frentes de atuação: A transparência na gestão e um planejamento eficiente.

O dinheiro que esta sendo administrado é de todos por isso deve considerar a importância da valorização do patrimônio coletivo.

Evitando a qualquer custo que o dinheiro seja mal empregado.

Na gestão de um condomínio deve haver transparência, isso porque ela traz tranquilidade aos condôminos quando sabem o destino da verba de arrecadação mensal.

É preciso levar em consideração também a necessidade de planejamento.

Ter um bom planejamento pode evitar surpresas desagradáveis.

Tudo isso envolve uma gestão competente de condomínio.

Deve haver sobretudo comunicação com os moradores.

Se o condomínio possuir um tipo de comunicação ruim e ela não acontecer de maneira natural às pessoas não se sentirão satisfeitas com a gestão.

Isso engloba as regras, avisos, feitura de eventos bem como qualquer funcionário que seja contratado para cuidar do ambiente.

É importante considerar que o morador deve sempre saber de tudo o que acontece.

A boa gestão de um condomínio traz benefícios que vão alem do bem estar dos moradores.

Ela envolve também a lucratividade da empresa administradora do condomínio.

Quando a gestão do condomínio tem uma boa relação com os moradores, isso facilita que o pagamento seja efetuado em dia, reduz a inadimplência e dá maior poder de negociação.

É importante que os moradores saibam a extrema importância do pagamento em dia do condomínio. Bem como o detalhamento desse dinheiro e onde ele é aplicado.

A gestão de condomínio deve se entender aos recursos que envolvem a administração total, como água e energia elétrica por exemplo.

A administração deve se dispor a apresentar formas para a redução de consumo de maneira eficaz.

Não podemos esquecer também do planejamento tributário, pois somente assim são sabidos quais impostos e taxas que devem ser pagos, e com isso fica garantido o equilíbrio das finanças.

Para o condomínio o contador será também peça chave na administração.

Ele pode fornecer dados que facilitarão a tomada de decisões como administradora.

Ele pode te ajudar com dados estratégicos para que reduza os riscos e aumente a lucratividade.

Uma gestão de condomínio que não é eficiente prejudica todos os envolvidos.

Não cometa esse erro.

Seja prudente na escolha dos profissionais.

E você como profissional tome muito cuidado na sua tomada de decisões.